Os dez maiores produtores de Energia Solar

13/09/2015 16:42

Por volta de 2010, pesquisou-se quais os países foram líderes mundial em instalações de geração de energia solar. A partir do final de 2009 (os dados mais recente reunidos) - a indústria solar estava nos estágios iniciais do boom global solar que vem se acelerando desde então. Convidamos a refletir o novo ponto da situação atual. Estaremos mantendo os números em parênteses de 2009 como um ponto de referência de quão rapidamente o mundo está a mudar para a energia solar limpa.

Um aspecto revelador: A indústria solar está crescendo tão rapidamente que tivemos que atualizar nossas unidades de medida de megawatts (MW) para gigawatts (GW).

A seguir estão os 10 países geradores de energia solar que utilizam energia solar no mundo de acordo com instalação capacidade de energia solar fotovoltaica (FV). Acho que você sabe a ordem? Você poderá se surpreender ... veja se você pode nomear todos os dez países na ordem correta antes de continuar. Escreva num pedaço de papel e depois continue a Lê esse post e veja se acertou.

1. Alemanha: 35,5 GW  (2010: 9,8 GW - 1º lugar)

Em 2010, a Alemanha foi claramente o líder mundial de geração solar fotovoltaica, e só continuou a tendência de crescimento. Lembrando que só em 2009, a Alemanha instalou 3,8 GW de capacidade de energia solar FV (Fotovoltaica), e o país adicionou pelo menos 3,3 GW de nova capacidade solar por ano, e mais  6 GW por ano entre 2010 e 2012. "A combinação de um comprovado esquema feed in tarifário (FIT), boas oportunidades de financiamento, uma grande disponibilidade de empresas FV qualificadas, e uma boa consciência pública sobre a tecnologia FV, em grande parte contribuíram para este sucesso ", relatou Fotovoltaica Europeia Industry Association (EPIA).

Apesar da desaceleração em 2013, a Alemanha deverá se manter no topo do mercado de geração de energia solar na Europa nos próximos anos, e ainda apresenta um quarto da instalação de capacidade fotovoltaica do mundo que é de 26 por cento, em comparação com os 13 por cento detidos por cada um dos próximos dois países sobre a lista, Itália e China.





2. China: 18,3 GW (2010: 0,305 GW - 8º Lugar)


Tudo o que a China produz, torna-se grande. Como a nação mais populosa do mundo, e como também a maior poluidora de carbono, a grande notícia que a China tem feito um grande esforço e com o compromisso na geração de energia solar. Desde a nossa pesquisa de 2009, a China aumentou sua capacidade solar para espantosamente para  6.000 por cento -  menos de um terço de um gigawatt de capacidade de 18,3 GW. A geração fotovoltaica ajuda a China se torna a mais importante fabricante de painéis solares no mundo, e o governo chinês tem levantado sistematicamente suas metas de energia renovável - a partir de um plano inicial de 20 GW até 2020 para  30 GW e a meta atual saltou para um valor espantoso de 70 GW de geração energia solar em 2017. Juntamente com um compromisso de reduzir seu uso de carvão, o maior planeta poluidor de carbono do mundo poderá em breve ser também o país com mais geração solar e sua energia  mais verde.



3. Itália: 17,6 GW (2010: 1,2 GW - 5º Lugar)

A Itália continua melhorar sua posição no ranking na liderança de geração de energia solar - passou de quinto lugar em 2010 para o terceiro lugar a partir do final de 2013 - produção possuí uma dependência de sua energia a partir da geração de energia solar do que qualquer outra nação, com 7,8 por cento de sua energia proveniente de energia solar, em comparação com 6,2 por cento da a Alemanha. Misturando se net-metering e um ajuste bem segmentado (combinado com uma grande quantidade de luz do sol), a Itália se tornou um líder mundial em energia solar. "O crescimento futuro do mercado vai depender da racionalização e harmonização dos procedimentos administrativos, combinada com uma diminuição adaptada do FIT para lidar com a diminuição do preço esperado", relata o EPIA.






4. Japão: 13,6 GW - (2010: 2,6 GW - 3º Lugar)



Japão caiu de terceiro lugar em 2010 para o quarto lugar em 2014, mas continua a ser também um país que vale a pena ser mencionado - nos últimos quatro anos, o país tem crescido a sua capacidade solar por mais de 500 por cento. Programas governamentais residencial  FV, net-metering, metas de energia solar nacionais elevadas para alcançar 28 GW até 2020 e 53 GW até 2030, bem como o apoio das autoridades locais e do setor privado tornaram o Japão um líder mundial neste domínio. Dentro do acontecimento do desastre nuclear de Fukushima Daiichi, o país renovou sua dedicação à geração de energia solar, especialmente com o recente anúncio da primeira de muitas fazendas solares flutuantes ao longo das costas da ilha japonesa.



5. Estados Unidos: 12 GW - (2010: 1,6 GW - 4º Lugar)

É difícil acreditar, um país cresceu sua capacidade solar até 750 por cento em quatro anos ainda poderia ter se perdido do boom solar global, mas isso só serve para mostrar quão rapidamente o campo estará mudando. Os Estados Unidos têm se beneficiado tanto quanto qualquer um do preço caindo e da forma constante da geração solar, auxiliado por financiamento inteligente e alguns do apoio políticas a nível de Estado para crescer sua indústria doméstica solar. Com grandes projetos geração de energia solar montado em terreno do gasoduto, a capacidade instalada em os EUA deverá crescer significativamente nos próximos anos. Além disso, a legislação nacional de promoção da geração de energia solar  podia mover os EUA para a frente consideravelmente. O limite para o crédito fiscal federal do energia solar foi relevantado em 2009, promovendo um crescimento maior neste setor.



Crédito: Escrito por Matthew Wheeland



6. Espanha: 5,6 GW - (2010: 3,4 GW - 2º Lugar)


A Espanha foi o líder mundial em geraçao de energia solar FV recém-instalada (2.605 MW), em 2008, devido ao foco do governo na criação de uma indústria nacional de energia solar, vem desde então caindo significativamente - entre 2010 e 2013, o país nem sequer dobrou sua capacidade , enquanto a Alemanha quase quadruplicou sua capacidade solar. As razões para essa queda são atribuídos a complexidade da interferência do governo espanhol e os atrasos relacionados a um novo programa de subsídio do governo e uma diminuição da procura de energia, devido à crise econômica. Com expectativas de que ambos irão melhorar em 2010, e considerando a sua excelente posição da irradição do sol e o seu potencial FV, Espanha está prevista para expadir acima de sua capacidade geração de energia solar novamente este ano.



7. França: 4,6 GW - (2010: 0,272 GW - 9º Lugar)


A França continua se a beneficiar de seu ajuste concebido para geração fotovoltaicas integradas à construção (BIPV), mas o crescimento solar do país tem sido abrandado por uma falta de apoio político para incentivos solares, que deve mudar esse ano com anuncio da nova política do governo francês em agosto, segundo a Fotovoltaica Europeia Industry Association (EPIA) em um relatório publicado no início de 2014 também atribuída aos ataques das indústrias nucleares e de energia de combustíveis fósseis.




8. Austrália: 3,3 GW - (2010: 0,125 GW )

O primeiro dos dois recém-chegados à nossa top lista de países de geração dos 10 melhores que utilizam a energia solar, a Austrália nos últimos cinco anos fez a maior parte de seu crescimento com status de banhada pelo sol - embora o seu crescimento contínuo está em questão. No final de 2009, a nação insular alegou apenas 125 MW de capacidade solar, mas através de políticas inteligentes, incluindo tarifas feed-in, descontos e uma meta de energia renovável obrigatória federal tem crescido que até 2.600 por cento, atingindo 3,3 gigawatts no final de 2013 . Entre forma constante queda dos preços solares e do fato de que a Austrália tem o maior potencial solar do mundo. A energia solar custa menos da metade que a grade de custos de eletricidade, embora o atual governo está pensando em considerar reduzir o escala do crescimento do governo federal do objetivo em relação a Energia Renovável, que retardaria crescimento senão acabará por parar a trajetória ascendente do país nesta lista.



9. Bélgica: 3GW - (2010: 0,363 GW - 7º Lugar)

Bélgica tem sido uma boa supresa na lista de geração de energia solar até mesmo quando apareceu na lista com o sucesso de 2009. A Bélgica era de "um regime de certificados verdes bem concebido (que na verdade funciona como um feed-in), combinado com as reduções de impostos adicionais e electricidade para auto-consumo." Essas políticas, juntamente com a queda constante dos preços de painéis solares, manteve Bélgica crescimento de sua geração de energia solar no mercado de ano após ano desde 2009.



10. Reino Unido: 2,9 GW - (2010: 0,027 GW )


Outro novato na lista e iniciando o boom geração solar global, o Reino Unido era um insignificante em nossa pesquisa de 2009 - ele não fazia parte da lista dos 10 por um crescimento significativo, com apenas 27 MW de capacidade solar. Mas ele tem feito um crescimento rápido desde então, com a EPIA notar que, em 2013, o Reino Unido quase dobrou sua capacidade solar, instalação de mais até do que a Itália, o titular da 5ª lugar atual.



Dois países ficaram fora da lista do top 10 em 2010 e por isso ficaram para trás no ranking - estamos incluindo-os na esperança de que eles irão fazer-lo nas próximas lista top 10 na nossa próxima lista...

12. Índia: 2,3 GW (2010: 0,120 GW - 10º Lugar)

Semelhante a China, a Índia tem crescimento da demanda de eletricidade e tem níveis muito elevados de irradiação solar. É go overno também vem avançando fortemente em promever e instalar a energia limpa  e renovável . Ele tem uma meta a alcançar 20 GW até 2020 também. "Além da Missão Solar Nacional de 2009, o mercado espera muito da possível decisão deste ano para definir um contrato de compra a longo prazo para poder desencadear definitivamenta e implantação da geração energética FV na Índia" (EPIA). Índia pode rapidamente subir mais alto nesta lista com estratégias governamentais adequadas.


13. República Checa  (2010: 0,47 GW - 6º Lugar)

Um ajuste generoso e procedimentos administrativos simples teriam colocado a República Checa no topo desta lista. Per capita, instalou mais geração de energia solar do que qualquer outro país além da Alemanha em 2009. O crescimento do mercado tem crescido de forma insustentável (e um pouco inesperadamente), no entanto, se as políticas apropriadas não serem postas em prática tem a tendência de retardá-lo, a ascente bolha solar é esperado arrebentar nos próximos anos.



• 2013 números vêm do Programa do Sistema IEA Fotovoltaica; Dados de 2009 através da Associação Europeia da Indústria Fotovoltaica.

Crédito: Escrito por Matthew Wheeland

Voltar

Contato

Girassol Energia Solar
Rua Dezessete 40 - Resende - Rio de Janeiro
CEP 27524-592
Fixo 3385-4331
WhatsApp- 24-999898-679
Twiteer: @GirassolEnergia
Instagram: @GirassolEnergia
Facebook: @GirassolEnergiaSolar

24-3385-4331

Novidades

  • 02/11/2017 00:00

    GERADOR DE ENERGIA CANADIAN S/ ESTRUTURA 1,34 kW (Impacto Mensal na conta 160kWh/m)

    O gerador de energia fotovoltaico de 1,34 kWp é composto por:
    1 INVERSOR CANADIAN 41001345 CSI-1.5K-TL POTENCIA 1,5KW MONOFASICO 220V WLAN
    4 PAINEL SOLAR CANADIAN CS6U-335P 72 CELULAS POLICRISTALINO 6 POLEGADAS 335W
    1 STRING BOX ECOSOLYS PJ063-17 1000V 32A 01 OU 02 ENTRADAS/ 01 SAIDA C/FUSIVEL                                        25MT CABO SOLAR NEXANS 51740 ENERGYFLEX BR 0,6/1KV (1500 V DC) PRETO/VERMELHO

    Não tem armação e nem aterramento

    ESTE PRODUTO TEM SEU DESEMPENHO APROVADO PELO INMETRO E ESTÁ EM CONFORMIDADE COM O PROGRAMA BRASILEIRO DE ETIQUETAGEM - N° registro: 000079/2017

    Valor R$8.000,00 - Valor à vista

    Equipamentos, homologação junto concessionária, instalação elétrica, conexão com rede elétrica, comissionamento, star up, homologação junto com concessionária(ART, Memoria Descritivo e Unifilar)

    Para regiões da cidade do Rio de Janeiro e Sul Fluminense, deve ser consultado o valor para outra região.

    Valor da fixação deve ser consultado, para tipo do telhado do cliente

    Válidade: Novembro 2018

     

     

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode