Estados avançam em micro e minigeração distribuída com isenção de ICMS, afirma ABSOLAR

27/07/2016 14:30

 
Estados avançam em micro e minigeração distribuída com isenção de ICMS, afirma ABSOLAR

Crédito: Pamella Cajano
Publicado: Negócios

Novos estados brasileiros adotaram medida para incentivar a micro e minigeração distribuída solar fotovoltaica. A recente adesão da Paraíba, Piauí e Rondônia ao Convênio ICMS nº 16/2015, que autoriza os governos estaduais a isentarem o ICMS sobre a energia injetada na rede e compensada na micro e minigeração distribuída, é uma medida estratégica para incentivar investimentos na área e gerar novos empregos de qualidade nas regiões.

A opinião é do presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), Dr. Rodrigo Sauaia. Segundo o executivo, a adesão dos três estados significa um avanço importante para o País, na medida em que incentiva a adoção de sistemas de geração distribuída a partir de fontes renováveis. “Agora, já são signatários do convênio 18 estados e o Distrito Federal, beneficiando cerca de 164 milhões de brasileiros, o que corresponde a mais de 80% da população do País”, afirma Sauaia.

Das 19 unidades da federação que aderiram ao convênio, 11 já publicaram decreto estadual que incorpora o benefício à sua legislação tributária. A ABSOLAR ainda articula junto aos governos estaduais a adesão dos oito estados que ainda estão de fora do convênio. “Ao adotarem o Convênio ICMS nº 16/2015, os estados tornam-se mais competitivos na atração de investimentos, empresas e empregos de qualidade para a sua região. Por isso, a ABSOLAR incentiva os estados restantes a não ficarem de fora desta tendência nacional e internacional em favor de um país mais renovável e sustentável”, esclarece Sauaia.

A redução de mais de 70% no preço da energia solar fotovoltaica nos últimos 10 anos e o aumento de mais de 50% nas tarifas de energia elétrica em 2015 impulsionaram a micro e minigeração solar fotovoltaica no Brasil. O segmento registrou um crescimento superior a 300% no último ano, saltando de 424 sistemas instalados em 2014 para 1786 em 2015.

Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o País registra atualmente 4060 sistemas de micro e minigeração, dos quais 3981 são da fonte solar fotovoltaica, com 79% de uso residencial, 14% comercial e o restante utilizado nas indústrias, em edifícios públicos e em propriedades rurais.

A ANEEL projeta que a micro e minigeração terá um crescimento de cerca de 800% em 2016. “Os números já demonstram que hoje é mais barato gerar sua própria energia elétrica, com um sistema solar fotovoltaico no seu telhado, do que comprá-la de terceiros”, afirma o presidente da ABSOLAR

Fonte:https://www.investimentosenoticias.com.br/noticias/negocios/estados-avancam-em-micro-e-minigeracao-distribuida-com-isencao-de-icms-afirma-absolar

Voltar

Contato

Girassol Energia Solar
Rua Dezessete 40 - Resende - Rio de Janeiro
CEP 27524-592
Fixo 3385-4331
WhatsApp- 24-999898-679
Twiteer: @GirassolEnergia
Instagram: @GirassolEnergia
Facebook: @GirassolEnergiaSolar

24-3385-4331

Novidades

  • 02/11/2017 00:00

    GERADOR DE ENERGIA CANADIAN S/ ESTRUTURA 1,34 kW (Impacto Mensal na conta 160kWh/m)

    O gerador de energia fotovoltaico de 1,34 kWp é composto por:
    1 INVERSOR CANADIAN 41001345 CSI-1.5K-TL POTENCIA 1,5KW MONOFASICO 220V WLAN
    4 PAINEL SOLAR CANADIAN CS6U-335P 72 CELULAS POLICRISTALINO 6 POLEGADAS 335W
    1 STRING BOX ECOSOLYS PJ063-17 1000V 32A 01 OU 02 ENTRADAS/ 01 SAIDA C/FUSIVEL                                        25MT CABO SOLAR NEXANS 51740 ENERGYFLEX BR 0,6/1KV (1500 V DC) PRETO/VERMELHO

    Não tem armação e nem aterramento

    ESTE PRODUTO TEM SEU DESEMPENHO APROVADO PELO INMETRO E ESTÁ EM CONFORMIDADE COM O PROGRAMA BRASILEIRO DE ETIQUETAGEM - N° registro: 000079/2017

    Valor R$8.000,00 - Valor à vista

    Equipamentos, homologação junto concessionária, instalação elétrica, conexão com rede elétrica, comissionamento, star up, homologação junto com concessionária(ART, Memoria Descritivo e Unifilar)

    Para regiões da cidade do Rio de Janeiro e Sul Fluminense, deve ser consultado o valor para outra região.

    Valor da fixação deve ser consultado, para tipo do telhado do cliente

    Válidade: Novembro 2018

     

     

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode